A Laborterapia é um método psicoterápico em que se usa o trabalho - principalmente manual - para afastar os malefícios da desocupação e da ociosidade.

É uma técnica terapêutica de tratamento que usamos principalmente no período da manhã, distribuindo-se tarefas aos residentes de complexidade crescente de acordo com o andamento do tratamento de cada um deles.

Muitos residentes, não entendem muito bem, no começo do tratamento por que precisam, por exemplo, limpar o estábulo e pensam:

_ “Não estudei para isso! Estou aqui para parar de beber ou usar qualquer outro tipo de drogas! Por que tenho que fazer esse tipo de trabalho?”

Mas nossos objetivos com a Laborterapia vão muito além da "não ociosidade" e da ocupação física:

  •  Trabalhar seus sentimentos (mágoa, orgulho, afetividade, frustração, perda, raiva, amor, etc.),
  •  Valorizar sua família,
  •  Valorizar as pessoas que faziam algumas tarefas por eles enquanto estavam no uso e abuso de substâncias,
  •  Descobrir e desenvolver habilidades,
  •  Elevar sua autoestima,
  •  Produzir, tendo a possibilidade de ver o fruto da produção,
  •  Aceitar limites e regras,
  •  Ter disciplina,
  •  Perceber suas responsabilidades,
  •  Assimilar a ajuda mútua,
  •  Desenvolver a percepção e a preocupação com o outro,
  •  Concentração e Atenção,
  •  Desenvolver noção de começo, meio e fim de uma atividade,
  •  Aprimoramento de conduta e caráter,
  •  Organização,
  •  Reabilitação física, dentre outros.

As atividades são executadas em grupos, divididas por setores:

  • ANIMAIS (aves, cães e peixes)
  • HORTA
  • JARDINAGEM
  • LIMPEZA
  • COZINHA
  • PADARIA
  • DESPENSA
  • FERRAMENTARIA (almoxarifado geral)
  • SERVIÇOS GERAIS
  • MANUTENÇÃO

Através deste método aprende-se como em um curso de VIDA NOVA, a lidar com todos os setores da LABORTERAPIA, pois é feito um rodízio de setores entre os residentes e isso os ensina como é importante a sua atividade laboral, pois se não for bem feita, acarretará na quebra de uma corrente.
Mostra, ainda dentro da Comunidade Terapêutica, que podemos viver, dentro e fora do tratamento, em harmonia com a sociedade em geral.